O blog 2112 foi formado com intenção de divulgar as bandas clássicas de rock, prog, hard, jazz, punk, pop, heavy, reggae, eletrônico, country, folk, funk, blues, alternativo, ou seja o rock verdadeiro que embalou e ainda embala toda uma geração de aficcionados. Vários sons... uma só tribo!



segunda-feira, 18 de março de 2019

Tublues DVD - Tublues e Percy Weiss - Festa do Rock

Tublues - Soluções e Momentos

Tublues - Geração Mimimi - ENSAIO 2018 (Som Novo)

Entrevista Tublues


O blues no meu ponto de vista foi e sempre será a melhor base para quem quiser fazer o melhor rock’n’roll deste planeta. E a Tublues não foge a regra... Quem frequenta seus shows sabe do que estou falando. É blues rock em alta voltagem direto nas veias!!  

2112. Podemos começar com vocês contando um pouco da trajetória da banda.

Alexandre Freitas. Começamos em 1999, com a inovadora ideia de formar uma banda que contemplasse repertorio covers de blues rock/ hard blues nacional e gringo e, consequentemente, norteasse a atmosfera sonora do trabalho autoral. Começamos a engrenar no circuito dos eventos motociclísticos, bares e gravamos nosso primeiro álbum em 2000. De lá pra hoje a banda passou por mudanças no seu time, ganhou concursos, gravou outros álbuns e seguiu sua trilha do Rock and roll.

2112. Qual o balanço que vocês fazem de todos esses anos de estrada? O que vocês fariam tudo de novo e o que não repetiriam?

Cezar Heavy. Olha; com certeza é um balanço mais que positivo. Somos uma banda autoral do final dos anos 90 e que vive até hoje persistindo no que sempre acreditou: Nossa música. E tudo que erramos e aprendemos, sempre foi um aprendizado a mais para estarmos na ativa até agora. Evoluímos e continuamos à EVOLUIR.

2112. Já virou rotina bandas que mal se formaram lançarem registro dos seus trabalhos. A Tublues levou vinte para botar no mundo o seu primogênito... Faltou oportunidade ou vocês nunca esquentaram a cabeça com isso?

Alexandre Freitas. Na verdade este não é o primogênito, pois a banda já lançou 6 álbuns VIRTUAIS, porém este próximo será o primeiro FÍSICO, o qual não estará somente nas distribuições digitais.

Cezar Heavy. Exatamente! Temos discos disponibilizados gratuitamente em nosso site/blog. Basta vc baixar e montar o seu, pois, acompanha a arte das capas.

James Buris. Temos 6 eps (demo) gravados, com alguns sons que estão entrando nesse CD oficial.

2112. ... mas de uma certa maneira deveria haver muita cobrança por parte dos fãs e dos amigos, não é?

Alexandre Freitas. Sim, do álbum FÍSICO, pois ainda se usam o CD, mesmo que seja como souvenir.

Cezar Heavy. É. Amigos, fãs que ligavam perguntando onde acha o CD pra comprar e, nós mesmo. Sempre nos cobramos por isso.

2112. Vocês poderiam falar sobre o processo de composição e gravação do cd? Quanto tempo vocês gastaram em estúdio?

Alexandre Freitas. Este cd, por estar sendo mais do que especial para nós, a cada riff ou nota executada é uma emoção diferente. Acredito que será o nosso melhor trabalho desde o início. Ele também conta com 7 regravações, portanto também revisitar essas obras teve algo mágico.

Cezar Heavy. Disse tudo, Alexandre. O que acrescento é a nova experiência (da minha parte) nas gravações: Não é mais uma demo. Foi tudo diferente. Principalmente com a produção a cargo do Alexandre. A pessoa te pega e tira o máximo de você até concordarem que ficou bom. Ótimo isso, pois, ele já tem dois CDs solos gravados.

James Buris. O Alexandre me manda as guias com violão gravado e eu aproveito o ritmo que ele faz, com a mão direita e elaboro o groove a partir do que está na trilha. Assim a bateria fica dentro do arranjo que ele imaginou pra música. Tenho o costume de me preparar durante uns 15 dias antes da gravação da bateria e, minha parte gravei em aproximadamente 3hrs.

2112. O som ficou bem sujo como nas apresentações de vocês?

Alexandre Freitas. Exato, a marca registrada da banda é um blues pesado, com características de Hard Rock.

Cezar Heavy. No dia que nosso Rock’n’ Roll deixar de ser sujo, não somos mais Rock’n’ Roll.

James Buris. Como sou grande fã do Bonzo e Alex van Halen, não poderia ser difente...sujo, pesado e encorpado!

2112. Foram só vocês três gravando em estúdio ou teve a participação de algum amigo?

Alexandre Freitas. Várias participações. Ex-membros: Jairo Martins e Matheus Cobianchi. Bateristas foram 2 oficiais: Adriano Neto e James Buris. Amigos: Caio Durazzo (Crazy Legs, Rock’n Roll Trio) Xande Saraiva (Baranga), Percy Weiss (Made in Brazil, Harppia, Patrulha do Espaço (in memorian), Luiz Carlini (Tutti Frutti, Rita Lee) e Robson Luiz (Crom).

2112. Quem produziu os trabalhos e os arranjos?

Alexandre Freitas. Eu mesmo.

Cezar Heavy. É (risos) ELE MESMO. O CARA!

2112. A Tublues já liberou duas músicas para audição. A resposta tem sido bacana?

Alexandre Freitas. Tem sido fantástica, basta analisar as estatísticas no Reverbnation (única plataforma que disponibilizamos até o momento). Elogios, comentários na page do Facebook...enfim, está sendo uma resposta incrível.

Cezar Heavy. Tudo isso possível. Graças aos verdadeiros.

2112. Entre as músicas liberada está Blues das Onze com letra de Gigi Jardim. Sei que vocês são amigos mas como surgiu essa parceria?

Cezar Heavy. Ah, Gigi, milady. Começamos uma amizade pelas redes sociais e, depois virou uma de vida real; mais forte que Hércules. Nunca deixou de apoiar meus trabalhos: Tublues, Crom, rádio (Programa No class) Fez produção, material de marketing para as bandas, pega no nosso pé e é uma das responsáveis pelo que acontece: Nos deu o apoio que muitos negaram. É isso. E POR FALAR em Gigi, olha quem apareceu por aqui:

Gigi Jardim. Eu sou a milady de milorde. Adoro o Heavy e seu trabalho, sem reservas. Sou chata, mandona, porralouca e, por isso, "casei" com a Tublues e Crom. Amor à primeira vista. Sobre o blues foi puro descaramento meu kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk e eu escrevi na nave. Sou uma mulher muito mais feliz por causa deles.

2112. Eu a ouvi através de um link que a própria Gigi disponibilizou e achei muito fodástica...

Cezar Heavy. Poxa, obrigado, cara! Os elogios são muito. Música do Alexandre Freitas e letra da musa Gigi... Como ficar ruim? Disponibilzamos essa, Blues das Onze e Geração Mimimi. Composta por mim.

2112. Vocês já tem uma previsão de quando será lançado o cd?

Alexandre Freitas. Aproximadamente em março/2019.

Cezar Heavy. UAU KKKKKKKKKKKKKKK Bom saber!

2112. Muitos shows programado?

Cezar Heavy. No momento: Agenda Tublues:
15/03 São Jose dos Campos LADO B ROCK BAR
13/04 Lavrinhas(SP) MC Anjos da Noite
10/05. Será em Lavrinhas (SP), no rancho do Zé João - abertura do Ventania
18/05 Cruzeiro
3° Cult Meeting Veios da Estrada MC

2112. ... o microfone é de vocês!

Alexandre Freitas. Em nome de todos da banda, inclusive os ex membros obrigado é pouco. À todos que nos deram suporte e acreditaram no trabalho, OS AMIGOS, no ROCK, e na evolução diária profissional que todos, todos nós devemos saber exercer. E garantimos: Não vão se arrepender.
Saiba mais: www.tubluesrock.blogspot.com.br

Próxima entrevista